Home Pessoal Como Entender a Taxa Selic: Impacto, Rendimentos e Crescimento

Como Entender a Taxa Selic: Impacto, Rendimentos e Crescimento

0
Como Entender a Taxa Selic: Impacto, Rendimentos e Crescimento
Como Criar um Orçamento de Gastos Fixos (Foto - Unsplash)

Primeiramente, vamos saber como entender a Taxa Selic, ela é a taxa de juros básica do país que determina o valor de outras taxas de juros na economia, incluindo empréstimos e financiamentos, e afeta muitos investimentos. Saiba mais sobre ela e como funciona, pois afeta diretamente a economia do país e a vida de seus cidadãos.

Ela afeta as taxas de juros econômicas e serve como um indicador-chave para investimentos de renda fixa. A Selic afeta a economia do país e, mais importante, sua carteira. Por esse motivo, é fundamental entendê-la.

Por isso, conhecer a Taxa Selic em 2023 será fundamental para entender o funcionamento da economia e como ela afetará nossa vida. Portanto, não deixe de conferir o conteúdo que disponibilizamos a seguir.

Como entender a Taxa Selic

A taxa básica de juros na economia brasileira é representada pela Taxa Selic. Selic é a sigla do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, administrado pelo governo federal.

Todas as taxas de juros do país são impactadas pelos movimentos da Selic. A Selic é a principal ferramenta de política monetária usada pelo Banco Central para controlar a inflação como resultado causa um efeito dominó.

Confira Também: Seja investidor-anjo de startups: alto risco e altos ganhos

Como ela é calculada? 

Para uma melhor compreensão da evolução, os cálculos do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) e suas variações podem ser consultados mensalmente.

A Taxa Selic é a taxa calculada no sistema Selic, obtida pelo cálculo da taxa média ponderada ajustada das operações de financiamento over. Lastreadas em títulos públicos federais e realizadas no sistema ou em câmaras de compensação e liquidação. As operações compromissadas envolvem o uso de ativos.

Como entender a Taxa Selic: Funcionamento, Taxa Hoje e Rendimentos Influenciados

A decisão do Copom afirma que a Taxa Selic, da qual ouvimos falar todos os dias, nada mais é do que uma referência para as taxas de juros utilizadas no mercado. Por esse motivo, ela é conhecida como Taxa Selic Meta.

Como os bancos podem negociar livremente as taxas entre si, é impossível saber qual é a taxa efetivamente utilizada no mercado, daí a existência da Selic mencionada acima. As taxas de juros aplicadas aos empréstimos interbancários constituem esse valor. A palavra “over” refere-se a transações que normalmente ocorrem em um período muito curto de tempo (um dia útil), daí o termo “over”.

A Taxa Selic está atualmente em 12,75% ao ano. O Comitê de Política Monetária (Copom) tomou a decisão de reduzir a taxa em sua última reunião, realizada em 20 de setembro de 2023.

As taxas de juros Selic afetam os investimentos de duas maneiras diferentes: diretamente, quando os rendimentos dos títulos estão vinculados à Selic, e indiretamente, como por meio dos CDIs. Saiba agora como entender a Taxa Selic e saber se ela pode afetar seus investimentos.

Títulos públicos

Os títulos do Tesouro Selic tendem a ter maior influência sobre o comportamento da Taxa Selic; se a Selic cai, o mesmo acontece com o título e vice-versa.

Como os títulos do Tesouro Prefixado e IPCA pagam por meio de canais diferentes, como o índice IPCA e uma taxa de retorno fixa, eles podem sofrer efeitos de transbordamento em relação à taxa básica de juros.

Cadernetas de poupança

A forma como as contas de poupança são compensadas mudou desde 2012. Atualmente, os depósitos são compensados da seguinte forma.

No primeiro cenário, a poupança crescerá a uma taxa de 0,5% ao mês TR (taxa de referência) se a Taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano.

No segundo cenário, se a Taxa Selic for menor ou igual a 8,5% ao ano, a poupança gerará rendimento equivalente a 70% da Taxa Selic vigente na época.

Renda Fixa

A taxa de juros Selic é um dos indicadores importantes para equilibrar os investimentos em títulos e serve de base para a taxa de juros de um país. Os investimentos de renda fixa baseados no mercado vinculados aos CDIs incluem CDBs, LCIs e LCAs.

Como entender a Taxa Selic e o Banco Central 

Ocorre o seguinte:

Os bancos emprestam uns aos outros para obter a liquidez diária de que precisam.

As transações de recompra tem o objetivo de fazer esses empréstimos. Em outras palavras, o banco A (o tomador) vende títulos públicos do banco B (o credor) com a promessa de comprá-los de volta no dia seguinte, acrescidos de juros. Em outras palavras, ele aceita dinheiro (um empréstimo), fornece títulos como garantia e promete reembolsá-los no dia seguinte, acrescidos de juros.

Os títulos funcionam como garantia e aumentam a segurança do sistema bancário. Diminuindo a probabilidade de que a falência de um banco se espalhe para outros, causando um efeito dominó sistêmico e uma crise financeira. Isso ocorre para que o banco credor, no caso de falência do banco devedor, possa liquidar os títulos oferecendo-os para venda ao Tesouro Nacional ou a outros compradores.

Sem esse título, o banco credor não conseguiria pagar suas próprias dívidas porque não conseguiria cobrar do devedor. O que poderia desencadear uma reação em cadeia que comprometeria todo o sistema financeiro do país.

Determinadas pela dinâmica do mercado (oferta e demanda) as taxas mudam, e inúmeras transações desse tipo ocorrem diariamente no mercado interbancário. Tudo isso está documentado no Selic (o sistema). A taxa média de juros aplicada a essas transações é exatamente a Taxa Selic, que é a taxa de juros fundamental da economia.

Para ficar claro, a Taxa Selic é a média ponderada das taxas de juros registradas no sistema Selic nas operações compromissadas de curto prazo entre instituições financeiras (24 horas) lastreadas em títulos públicos. O sistema realiza esse cálculo automaticamente e, na manhã seguinte, o Banco Central divulga a Taxa Selic (acima).

Qual a previsão da Taxa Selic para 2023?

Como entender a Taxa Selic?” Essa não é mais uma questão, agora que você sabe o que é, e como funciona vamos analisar as previsões futuras. A Taxa Selic é de 13,75% ao ano. A expectativa é que a Taxa Selic permaneça nesse nível no final de 2023 ou aumente 0,25 ponto porcentual.

Contudo, acompanhar as decisões anunciadas pelo Copom, que denotam possíveis aumentos, reduções ou estabilidade, é fundamental para saber mais sobre as previsões futuras e o que esperar.

Por fim, há uma relação direta entre as taxas Selic e muitos fatores que afetam nossas vidas. Se quiser considerar quais opções financeiras estão disponíveis para você, seja para obter uma hipoteca ou decidir onde e quando investir, você pode acompanhar como elas mudam ao longo do tempo para ajudá-lo a melhorar suas finanças. 

Veja Também: Como Investir em LCI e LCA: Dicas, Tipos e Vantagens