Home Empréstimo Investir R$5.000 no Tesouro Direto e ter retorno rápido, é possível?

Investir R$5.000 no Tesouro Direto e ter retorno rápido, é possível?

0
Investir R$5.000 no Tesouro Direto e ter retorno rápido, é possível?

Primeiramente, muitas pessoas querem saber o retorno sobre o investimento antes de depositar seus recursos. Embora essa seja uma estimativa, ainda é interessante saber quanto dinheiro você receberá no futuro. Portanto, veja quanto renderá se investir R$5.000 no Tesouro Direto em três meses, cinco meses e um ano.

O Copom do Banco Central manteve inalterada a taxa básica de juros da economia pela quarta reunião consecutiva. A instituição financeira decidiu manter a Selic em 13.75% no ano. 

Comparado a poupança, o investidor pode ganhar cerca de R$200 a mais sobre investir R$5.000 no Tesouro Direto, renda fixa (atrelados ao CDI) durante um ano do que se mantivesse o dinheiro na poupança.

Confira Também: XP Investimentos: A Plataforma De Investimentos Para Todos

O que são títulos públicos?

Antes de tudo, os títulos do Tesouro Direto são valores oferecidos pelo Tesouro Nacional com uma taxa fixa que controla o fluxo de dinheiro.

Na compra de títulos públicos, o investidor empresta dinheiro ao governo federal. Em troca, ele lhe paga com juros.

No entanto, para onde vai o dinheiro? Os governos o utilizam para pagar a dívida nacional e financiar iniciativas socialmente benéficas, por exemplo, na infraestrutura (“estradas e ferrovias”), educação e saúde. 

Além disso, os títulos públicos são emitidos pelo governo, diferentemente dos títulos privados, que são emitidos por empresas privadas, bancos e instituições financeiras. O principal diferencial entre os títulos públicos e privados, é que eles são emitidos pelo governo.

O que é e como funciona o Tesouro Direto? 

O Ministério da Fazenda elaborou ao longo do tempo uma iniciativa chamada Tesouro Direto para a troca de títulos públicos. Portanto, embora você busque “investir no Tesouro Direto”, o produto não é um investimento em si. É apenas um meio de disponibilizar essas aplicações. 

Em 2002, o Tesouro Nacional e a Bolsa de Valores do Brasil, hoje conhecida como B3, lançaram esse programa em conjunto. Foi desenvolvido um programa para dar aos brasileiros acesso à bolsa de valores pública.

Entretanto, antes da introdução do programa Tesouro Direto, somente grandes instituições financeiras e empresas poderiam investir. Após o lançamento desse programa, foi permitido que pessoas físicas investissem em títulos públicos. 

Agora que o programa Tesouro Direto é para pessoas físicas. Sendo assim, os investidores devem se registrar por meio de uma corretora.

Quanto rendem se investir R$5.000 no Tesouro Direto

Contudo, se o investidor esperar um ano para a amortização, sua renda líquida será de cerca de R$682,50. Portanto, em apenas dois anos, o ganho líquido será de cerca de R$1,24 mil. Após 5 anos, o ganho líquido será de cerca de R$3,8 mil ao investir R$5.000 no Tesouro Direto.

MêsRentabilidade acumuladaMontante acumulado
1R$ 53,60R$ 5.053,60
2R$ 107,77R$ 5.107,77
3R$ 162,53R$ 5.162,53
4R$ 217,87R$ 5.217,87
5R$ 273,80R$ 5.273,80
6R$ 330,34R$ 5.330,34
7R$ 387,34R$ 5.387,34
8R$ 445,23R$ 5.445,23
9R$ 503,60R$ 5.503,60
10R$ 562,60R$ 5.562,60
11R$ 622,23R$ 5.622,23
12R$ 682,50R$ 5.682,50
Total líquido de IRR$ 5.546,60

Qual é o melhor Tesouro Direto para o momento?

O Tesouro Selic, o Tesouro Prefixado e o Tesouro IPCA são três produtos diferentes do Tesouro Direto oferecidos atualmente no mercado.  

Como vimos, o Tesouro Selic se beneficia do aumento da taxa de juros, pois é utilizado como referência para esse investimento. Além disso, a liquidez é diária, o que o torna o único título público que pode ser utilizado para a formação de uma reserva de emergência.

O tesouro pré-pago paga ao investidor uma taxa de juros anual fixa. Portanto, o detentor desse direito já sabe o valor a ser pago desde a data da aplicação até a data de vencimento. 

Em outras palavras, o rendimento do título permanece constante, independentemente da variação da taxa de juros Selic ao longo da vida do investimento.

Sendo assim, a inadimplência no Tesouro pode ser uma opção mais atraente se houver probabilidade de queda nas taxas de juros, ou se as taxas de juros subirem e houver um período de estabilidade. 

Por último, mas não menos importante, o Tesouro IPCA vincula parte de sua remuneração a taxas de juros fixas e o restante ao principal indicador de inflação do Brasil, o IPCA (Índice Internacional de Preços ao Consumidor). Nesse sentido, em tempos de aumento geral de preços, essa é uma boa opção para proteger seu dinheiro da inflação.

Considerações Finais: Investir R$5.000 no Tesouro Direto?

A renda fixa (Tesouro Direto, CDB, LCI, LCA e outras aplicações) é uma boa primeira opção de investimento. Eles são fáceis de entender e de baixo risco, o que os torna um bom ponto de partida para futuros investimentos mais arriscados.  

Contudo, se você não tiver certeza de investir R$5.000 no Tesouro Direto, outra opção é considerar alguns ETFs de investimento. Esses fundos negociados em bolsa também são muito populares como ponto de partida para investimentos em ações pela primeira vez.

Além disso, os fundos imobiliários também são opção adicional para quem já tem os primeiros 5.000 reais para investir e quer começar no mercado de ações (se compatível com seu perfil e objetivos).

Se a escolha dos primeiros ativos que comporão sua carteira ainda o deixa ansioso, você pode investir os primeiros R$ 5 mil em fundos de investimento, onde gestores profissionais montam e administram o patrimônio de acordo com objetivos predeterminados.

Se isso estiver incluído em sua estratégia de investimento e alinhado com seus objetivos e perfil, você pode começar a montar uma carteira de ações rentável com R$5.000. Sendo assim, o investidor pode começar com uma pequena quantia, como R$2.000. 

Por fim, mas não menos importante, investir em educação financeira juntamente com a compra de ativos para sua carteira é uma decisão inteligente que o ajudará a continuar aumentando sua renda e a adquirir o conhecimento necessário para ter liberdade financeira.

Confira Também: Os 5 melhores CDBs do mercado: rendimento de até 136%