Home Empréstimo Negociações na Bolsa de Valores Brasileira (B3)

Negociações na Bolsa de Valores Brasileira (B3)

0
Negociações na Bolsa de Valores Brasileira (B3)

Primeiramente, entenda as negociações na Bolsa de Valores Brasileira, que é responsável por facilitar as transações envolvendo mercado organizado para a venda e compra de títulos, como cotas, ações, fundos imobiliários e derivativos.

A negociação é essencialmente a troca de bens e serviços entre duas empresas. Nesse contexto, as instituições são investidores/comerciantes que estão trocando ações de diferentes empresas. 

A negociação ocorre no mercado de ações. Com as negociações na Bolsa de Valores Brasileira e o investimento online, os mercados de ações se tornaram acessíveis para as pessoas

Confira Também: Investir R$5.000 no Tesouro Direto e ter retorno rápido, é possível?

Surgimento das negociações na Bolsa de Valores Brasileira

A Bolsa de Valores do Rio de Janeiro foi criada em 1845, marcando o início da história da B3. A Bolsa de Mercadorias e Futuros não era afiliada à Bovespa. O Brasil tinha várias bolsas de valores para diferentes estados.

A antiga bolsa oficial do café, que se tornou a maior do mundo em termos de negociação do principal produto agrícola do Brasil, como a bolsa do Rio de Janeiro, da Bahia, do Paraná e até de Santos.

Sendo assim, a B3 é o resultado da fusão entre a BM&F e Bovespa e tem como principais funções negociar, registrar, ofertar, liquidar e operar ativos e outros instrumentos financeiros no mercado.

Todos esses processos agora são digitais, mas, até 2005, as negociações eram feitas e conversadas durante as famosas sessões de negociação ao vivo. É interessante notar que a última sessão de negociação ao vivo da Bovespa foi em 30 de setembro de 2005.

Tipos de negociações na Bolsa de Valores Brasileira 

Basicamente, há cinco tipos de negociações na Bolsa de Valores Brasileira. São eles 

Day Trading

Essa forma de negociação envolve a compra e a venda de ações em um único dia. Um único dia, em termos de mercado de ações, significa das 9h15 às 15h30 em um dia da semana (exceto feriados). No caso do day trading, os indivíduos mantêm ações por alguns minutos ou horas. 

Um operador envolvido nesse tipo de negociação precisa encerrar suas transações antes do fechamento do mercado do dia. É popular por capitalizar as flutuações de pequena escala no valor de mercado das ações. 

O day trading requer proficiência em questões de mercado, um entendimento completo da volatilidade do mercado e um senso aguçado em relação à alta e à baixa dos valores das ações. Sendo escolhido principalmente por investidores ou traders experientes. 

Scalping

Também é conhecido como micro-negociação. O scalping e o day-trading são ambos subconjuntos da negociação intradiária. O scalping envolve a obtenção de pequenos lucros repetidamente, variando de uma dúzia a uma centena de lucros em um único dia de mercado. 

Entretanto, nem todas as transações geram lucros e, em alguns casos, as perdas de um operador podem exceder os ganhos. O período de manutenção dos títulos, nesse caso, é mais curto em comparação com o day-trading, ou seja, os indivíduos mantêm as ações por no máximo alguns minutos. 

Esse recurso permite a frequência das transações. Semelhante ao day-trading, o scalping requer experiência de mercado, proficiência, consciência das flutuações do mercado e transações rápidas.

Swing Trading

Esse estilo de negociação no mercado de ações é usado para capitalizar as tendências e os padrões de curto prazo das ações. O swing trading é usado para obter ganhos com as ações em poucos dias após a compra, idealmente de um a sete dias. Os traders analisam tecnicamente as ações para avaliar os padrões de movimento que estão seguindo para a execução adequada de seus objetivos de investimento.

Negociação de momentum

No caso da negociação de momentum, o trader explora o momentum de uma ação, ou seja, um movimento de valor substancial da ação, seja para cima ou para baixo. O trader tenta capitalizar esse momentum identificando as ações que estão se desintegrando ou que irão se desintegrar. 

Em caso de impulso de alta, o trader vende as ações que está mantendo, obtendo, assim, retornos acima da média. Em caso de movimento descendente, o trader compra um volume considerável de ações para vendê-las quando seu preço aumentar. 

Position Trading

Os operadores de posição mantêm títulos por meses com o objetivo de capitalizar o potencial de longo prazo das ações em vez de movimentos de preços de curto prazo. Esse estilo de negociação é ideal para pessoas que não são profissionais do mercado ou participantes regulares do mercado. 

Qual a importância das negociações na Bolsa de Valores Brasileira? 

O próximo passo para aprender sobre a B3 é entender a importância do mercado acionário brasileiro para outros mercados ao redor do mundo. Os mercados devem funcionar adequadamente para permitir negociações rápidas e seguras.

A B3 impulsiona o crescimento dos negócios ao proporcionar um ambiente de negociação viável e seguro. Os investidores podem negociar a venda de imóveis se estiverem interessados.

Portanto, é graças ao mercado de ações que as empresas podem levantar fundos para investir, o que, por sua vez, impulsiona o crescimento do emprego e da atividade econômica. 

O papel das corretoras

Entre as empresas que sustentam o Sistema Financeiro Nacional estão as corretoras de valores. Sua principal função é atuar como intermediária entre compradores e vendedores de ações e títulos financeiros, bem como na negociação de outros ativos, ajudando os investidores a obter o melhor retorno sobre seus investimentos.

Atualmente, o mercado brasileiro oferece uma grande variedade de opções de corretagem. Para que você escolha a que melhor se adapta ao seu perfil, vale a pena pesquisar o que cada uma oferece e as comissões associadas a elas.

Negociações na Bolsa de Valores Brasileira

Conclusão

Portanto, a Bolsa de Valores do Brasil (B3) passou por muitas evoluções ao longo dos anos. O foco atual é a negociação de uma ampla gama de investimentos em ações e derivativos que desempenham um papel vital para os investidores e os mercados financeiros nacionais.

Lembre-se sempre de que qualquer investimento envolve um certo grau de risco. Portanto, os investidores devem ter cuidado para não arriscar mais do que gostariam, especialmente se não tiverem certeza do tipo de investimento que estão fazendo. 

Confira Também: 5 Dicas de Investimento Imobiliário