Home Empréstimo Veja quais são os Fundos Imobiliários mais rentáveis da Bolsa

Veja quais são os Fundos Imobiliários mais rentáveis da Bolsa

0
Veja quais são os Fundos Imobiliários mais rentáveis da Bolsa

Antes de tudo, os Fundos Imobiliários mais rentáveis no mercado podem ser medidas por fatores como número de acionistas, crescimento do preço das ações, crescimento anual do rendimento de dividendos, ganhos de capital e dividendos pagos. 

A resposta à questão de quais os Fundos Imobiliários mais rentáveis no mercado pode dar diferentes respostas. O problema era ainda mais agudo no mercado de ações (B3). Isto se deve ao fato de que as ações industriais têm recebido muita atenção nos últimos anos.

O que são fundos imobiliários?

Primeiro, lembremo-nos do que é os Fundos Imobiliários. Também conhecido como FII, é um fundo de ações que recebe fundos dos acionistas através da venda de ações na bolsa de valores e investe os fundos no mercado imobiliário. 

Um gestor de fundos constrói propriedades, aluga ou vende propriedades e faz outros investimentos financeiros imobiliários, tais como IRCs e ICLs, para obter retornos sobre esses investimentos.

Portanto, pelo menos 95% dos resultados positivos dos Fundos Imobiliários são distribuídos aos financiadores a cada seis meses, mas a grande maioria prefere pagar mensalmente. 

Contudo, é uma oportunidade de investir no mercado imobiliário sem comprar todas as características, o que também reduz o risco da aplicação.

Você está pensando em investir em ações? Confira como escolher ações que vão render em 2023? Guia Completo.

Carteira de fundos imobiliários: como construir a sua?

Primeiramente, como você pode ver, há vários fatores que fazem do FII o mais desejável no mercado. Mas quais os Fundos Imobiliários mais rentáveis para investir?

Fundos Imobiliários mais rentáveis
Fundos Imobiliários mais rentáveis – (Foto Pexels)

Antes de tudo, quando escolher um FII para sua carteira de investimentos, você deve considerar certos fatores para tomar a melhor decisão.  

  • Objetivo e perfil de risco: As características dos Fundos Imobiliários devem corresponder às suas expectativas de investimento e para riscos.
  • Liquidez: Se o fundo tem um volume de negociação diário ótimo, de acordo com a média do mercado.  
  • Qualidade e disponibilidade do imóvel: Avaliar se um imóvel é adequado para seu uso pretendido e se está ocupado a maior parte do tempo.  
  • Tamanho dos ativos e localização das operações: Analisar se os Fundos Imobiliários contém ativos significativos, uma ou mais operações, e se é adequado ao propósito.  
  • Taxas: Garantir que as taxas de administração e desempenho estejam alinhadas com o mercado.

Quais os Fundos Imobiliários mais rentáveis para investir este ano?

TickerFundo SegmentoP/VPADividend Yield em 12 meses (%)Retorno em 2022 (%)
BRCO11Bresco LogísticaLogística0,808,025,53
KNRI11Kinea Renda ImobiliáriaHíbrido0,877,7711,82
VISC11Vinci Shopping CentersShopping0,908,6412,00
TRXF11TRX Real EstateRenda Urbana1,0310,1916,35

Besco Logística (BRCO11)

Contudo, a Bresco Logistics possui uma equipe de gestão dedicada com muitos anos de experiência neste segmento. Mais de 10 descobertas logísticas combinam bens imóveis de alta qualidade com localizações privilegiadas nos principais centros das cidades. 

A Política de Compra é baseada em 85% predominantemente na aquisição de terrenos. A demanda continuará, pois a carteira de investimentos industriais é competitiva, focada em propriedades com bons padrões de construção e focada em propriedades de última milha (perto do centro das cidades).

O portfólio BRCO11 tem um alto padrão de design e qualidade. Além disso, a equipe de gestão é proativa e experiente, o que faz deste investimento do setor uma boa oportunidade para fazer um investimento de longo prazo no setor no momento certo. 

O segmento de logística tem crescido rapidamente nos últimos anos e os analistas acreditam que ele deve evoluir com o comércio eletrônico. As instalações logísticas de última milha estão em alta demanda, já que os grandes varejistas exigem uma entrega de mercadorias cada vez mais rápida.

Receita imobiliária da Kinea (KNRI11)

Kinea Renta Imobiliária representa o segmento imobiliário híbrido, investindo em mais de uma classe de ativos e é atualmente a quarta maior empresa de investimento estrangeiro do setor em termos de ativos líquidos: quase R$ 3,9 bilhões. 

O Fundo tem 21 carteiras, incluindo 12 propriedades comerciais e 9 centros logísticos, com uma área total locável de 765.000 metros quadrados. A taxa de vacância atual é de 1,74%.

Os imóveis estão localizados principalmente em São Paulo, incluindo áreas nobres como Vila Olympia, Itaim, Avenida Paulista e Pinheiros. Kinea FII também tem quatro instalações em Agua de Janeiro e duas em Minas Gerais. Atualmente, a carteira é composta por 95 Fundos Imobiliários, a maioria dos quais do comércio e da indústria.  

Kinea Renda Imobiliária é uma das apostas da Onze Financial no segmento de fundos imobiliários híbridos em 2023, de acordo com um relatório da Grego Real Estate Research.

Vinci Shopping Centres (VISC11)

O segmento de shopping centers tem sido um dos que mais tem Fundos Imobiliários mais rentáveis, nos últimos anos tem sofrido devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19. 

Nos momentos mais críticos, as instalações tiveram que fechar suas portas, comprometendo seriamente o retorno do investimento industrial na área. 

Contudo, em 2022, as transportadoras começaram a se recuperar à medida que o tráfego de passageiros se recuperava, excedendo várias vezes os níveis pré-pandêmicos.

Por exemplo, os Centros Comerciais Vinci (VISC11) experimentaram um aumento de 11,2% nas vendas em novembro em comparação com o mesmo período em 2019, antes da epidemia de Covid. 

Raul Grego, analista da Onze Financial FII, prevê um ano difícil para o segmento de shopping centers, mas os desenvolvimentos aumentam seu otimismo para o fundo.

TRX Real Estate (TRXF11)

Como os Fundos Imobiliários da cidade, a TRX Real Estate investe em imóveis comerciais, especialmente no setor de varejo. 

Sendo assim, os Fundos Imobiliários incluem nomes como Assaí, Pão de Açúcar, Sodimac, Extra e Carrefour. Aproximadamente 5.000.000 pés quadrados de metragem quadrada arrendável, além disso, a carteira do fundo inclui 49 propriedades em 13 estados. 

Segundo a Management Equipment, 97% dos aluguéis são atípicos. É a longo prazo e é pouco provável que o valor mude. 

Esta relação tende a proporcionar mais estabilidade aos investidores, de acordo com um artigo de Marcos Baroni, diretor de pesquisa de fundos imobiliários da Suno Research.

Como você escolhe os melhores fundos imobiliários?

Além de analisar o cenário econômico do país, há alguns aspectos que facilitam o voto para investimentos industriais. Tome estas dicas como uma lista de verificação imobiliária. 

Todos os fundos discutidos no Capítulo 1 seguem estes cinco aspectos, que explicamos a seguir:

1. Escolha uma boa gestão

Alguns fundos de investimentos imobiliários já são bem conhecidos no mercado por seus bons resultados. 

Portanto, verifique aspectos como: os investidores têm acesso a todas as informações, os custos administrativos estão alinhados com o mercado, como está indo a busca de novos Fundos Imobiliários e como eles estão indo? 

Para garantir a adequação do Fundo, é importante avaliar a gestão geral do Fundo.

2. Verifique a taxa de vacância

A taxa de vacância mostra a porcentagem de imóveis vagos no fundo. Sendo assim, quanto maior a taxa de vacância, menor o rendimento pago a seus investidores. 

Fundos com propriedades bem administradas e bem posicionadas tendem a ter taxas de vacância mais baixas e, portanto, melhores retornos para seus clientes.

3. Especificar o custo dos eventos

Os custos das classes de fundos mudam diariamente. Antes de negociar uma determinada ação de FII, deve-se verificar se o valor declarado vale a pena para esse fundo. 

Fundos Imobiliários mais rentáveis
Fundos Imobiliários mais rentáveis – (Foto Pexels)

Para fazer esta pesquisa, o cálculo é bastante simples: dividir o patrimônio líquido do fundo imobiliário pelo número de ações em circulação. Este valor indica o ativo líquido por ação, também conhecido como PLC. 

Portanto, se o preço cotado for significativamente maior do que o PLC, você pode informar que o mercado irá alterar este preço e sua oferta poderá ser paga. Se estiver abaixo do CLP, pode indicar boas oportunidades ou um descasamento de fundo.

4. Verificar Liquidez FII

O quarto ponto se refere à liquidez do fundo imobiliário, ou seja, quanto dinheiro se movimenta diariamente. Este indicador pode ser determinado através da análise do volume comercial do FII. 

Quanto maior o volume, maior será a liquidez do fundo. Em outras palavras, cada vez mais investidores estão comprando e vendendo. Isto sugere que ele é menos arriscado do que um fundo de pequeno porte e que não terá problemas para vender suas ações.

5. Dê preferência ao IFIX FII – o índice de fundos imobiliários

Contudo, IFIX é o que é conhecido como este referencial de mercado. Criada em 2012, ela visa mostrar o desempenho dos principais índices disponíveis no mercado de ações. 

Uma simples comparação pode ser feita. IFIX para o mercado imobiliário é o que o Ibovespa é para o mercado de ações.  

A seleção de fundos sob IFIX é semelhante à seleção de FIIs acima. A maioria deles são fundos com liquidez e valor de mercado interessantes.