Home Empreendedorismo Como vender mais na Black Friday: principais dicas

Como vender mais na Black Friday: principais dicas

0
Como vender mais na Black Friday: principais dicas

Desenvolvida nos Estados Unidos nos anos 60, a Black Friday nasceu como uma data de descontos altos no varejo americano. Nos primeiros anos, as lojas faziam negócios por 24 horas, mas com o tempo esse período se prolongou e se transformou em uma semana cheia de descontos, portanto, veja como vender mais na Black Friday. 

A data é agora utilizada em várias regiões do mundo, incluindo o Brasil. Este ano é comemorado em 23 de novembro e é uma oportunidade valiosa para se beneficiar mesmo a um custo pequeno. 

E você, você já sabe como usar a data para vender mais? Descrevemos várias táticas para ajudá-los. Confira!

Os produtos mais procurados na Black Friday

De acordo com o site oficial da Black Friday Brasil, os telefones celulares/smartphones são os mais procurados durante todo o evento, seguidos pelos aparelhos domésticos e TVs/videos. Veja a tabela completa abaixo.

Como vender mais na Black Friday - (Foto Pexels)
Como vender mais na Black Friday – (Foto Pexels)
  • 36,50% – Telefone celular/smartphone
  • 36,30% – Eletrodomésticos
  • 29,30% – Televisão/Vídeo
  • 24,10% – Computadores/tabelas
  • 22,40% – Móveis/Decoração
  • 22,20% – Moda/Aplicações
  • 21,30% – Laptops
  • 19,20% – Viagens
  • 16,80% – Beleza
  • 12,60% – Livros/Escritório

Entretanto, de acordo com informações recebidas da Promobit, que distribui cupons de desconto, existem diferenças de opinião em relação às campanhas anunciadas na Black Friday, já que a maioria das campanhas são direcionadas a perfumes/produtos de beleza, roupas/roupa e jogos. 

Portanto, pode-se mencionar que os revendedores não oferecem descontos grandes para os principais grupos-alvo de clientes. Portanto, esta pode ser a diferença em seu comércio eletrônico. 

Como vender mais na Black Friday: dicas infalíveis!

Todo varejista já sabe desta nova data de venda no calendário do varejo. Mas você realmente sabe como vender mais na Black Friday? Portanto, dê uma olhada em nossas próprias dicas.

1. Prepare seu site

Você já esperou até a Black Friday de novembro para aproveitar descontos e ofertas, para desistir porque os sites de lojas caíram? 

Este incidente é ruim tanto para o consumidor quanto para o varejista, o que pode ser prejudicial ao seu desempenho comercial. 

Portanto, se você quiser vender mais na Black Friday, você deve se concentrar na eficiência de seu website e focar em aumentar as conversões.

Deve-se notar que os erros mais comuns são falhas de comunicação com o servidor, problemas de login em dispositivos móveis e a incapacidade de lidar com um grande número de visitantes. 

A análise de Sophist revelou dados perturbadores. Descobriu que o mercado brasileiro de comércio eletrônico perdeu R$ 8,1 bilhões em 2021 em apenas 12 horas na Black Friday. 

A análise incluiu o monitoramento de 116 lojas on-line na quinta-feira antes de Black Friday 2021, entre 22h e 26/11/2021 às 10h, quando a empresa comemora a data.

Sofist observou que o motivo da ausência poderia ser erros técnicos, e que o atraso no carregamento do site estava bem ultrapassado. Geralmente acontece quando o site está cheio de visitantes. 

Para que você não perca tempo e dinheiro, prepare bem sua loja on-line e evite dores de cabeça, assim você só tem que se preocupar mais com as vendas na Black Friday.

2. Faça uma análise prévia dos preços dos concorrentes

Quando o público pensa na Black Friday, as primeiras coisas que vêm à mente são preços baixos e muitas oportunidades para conseguir um bom negócio. Se você oferece um produto cujo custo é desproporcionalmente alto para o mercado, não será possível comprá-lo. 

Portanto, para não cometer um erro e para ter sucesso hoje, verifique e estude os custos de seus participantes. Faça isso antecipadamente para facilitar a determinação dos custos e escolha táticas para atrair a atenção do consumidor com um preço atrativo. 

Esteja ciente de que dar custos muito mais baixos também não é uma boa prática. Acompanhe seu orçamento e seu perfil de seu negócio para que você possa tomar uma decisão final mais precisa.

Portanto, verifique antecipadamente quais são os valores de seus concorrentes, dê descontos reais, por mais favoráveis que eles sejam para o comprador e para você. 

Você também pode se beneficiar e avaliar o custo de envio e o tempo de entrega dos principais concorrentes. Além dos custos, estes 2 componentes são os mais considerados pelos clientes. 

Em resumo, não é bom obter o melhor preço e perder vendas devido ao frete pesado ou ao longo prazo de entrega.

3. Promova a cooperação de sua empresa no evento da Black Friday

Além de montar sua empresa para participar do evento Black Friday, pense estrategicamente em como alertar o comprador sobre os descontos oferecidos. 

Isto se deve ao fato de que vários varejistas estão envolvidos na operação. Portanto, você precisa de meios diferentes para que o consumidor escolha sua organização e não seu oponente.

4. Fortaleça seu estoque 

Como você já viu, a Black Friday movimenta milhões de reais. Assim, as organizações B2C (Business-to-Consumer), como o comércio eletrônico, devem aumentar seu estoque, evitando a frustração do consumidor. 

Histórico de marketing do fornecedor, preveja seu consumo na Black Friday e não compre mais do que você precisa. Além disso, aqueles que não têm essa preocupação gastam muito mais do que deveriam e não obtêm bons retornos. 

Simplificando, você não pode vender mais na Black Friday 2022 sem um estoque confirmado, não é mesmo?

5. Saiba como fazer desconto 

Aqui está uma dica de ouro: não vale a pena ter uma grande venda para revender a menos que você tenha um acordo separado com o fornecedor. 

Outra dica é colocar os produtos do mercado comum com um desconto menor, digamos 10%, ou nada. Nos produtos que você desejar, dê descontos maiores, até 50%. 

Você pode administrar descontos criando uma estratégia: abra uma planilha em Excel ou onde você quiser e crie uma planilha. Adicione o preço normal, o preço reduzido, a data de início e a data final da campanha lá. Esta prática o ajudará a acomodar cada promoção e a não fazer nada no último minuto.

Além disso, não se esqueça de ver todos os links promocionais. Esta é a única maneira de saber de onde cada cliente está vindo. Isto lhe dá métricas poderosas que mostram o que funcionou e o que não funcionou em suas ofertas. 

Entenda como vender mais na Black Friday

Como vender mais na Black Friday
Como vender mais na Black Friday – (Foto Pexels)

Ao longo deste conteúdo, mencionamos vários pontos importantes que podem aumentar suas vendas em seus negócios. Mas não se esqueça cedo: planeje e preveja a demanda na Black Friday para que não haja surpresas no caminho.