Home Pessoal Quanto Vale a Minha Casa? Como Saber o Valor Do Meu Imóvel

Quanto Vale a Minha Casa? Como Saber o Valor Do Meu Imóvel

0
Quanto Vale a Minha Casa? Como Saber o Valor Do Meu Imóvel

Se você está planejando vender sua propriedade, mas não sabe como calcular o valor dela, não se preocupe. Hoje, responderemos à sua pergunta sobre quanto vale a minha casa calculando as características que afetam seu preço.

Dessa forma, você poderá ter uma ideia estimada do preço que poderá receber por sua casa ou apartamento. Uma coisa é o preço de avaliação, outra é o preço de mercado e uma coisa totalmente diferente é o que você pode obter pela sua casa.

Os motivos são simples: um apartamento de três quartos com 20 anos de idade no centro de uma cidade grande não vale o mesmo que um apartamento na periferia. Além disso, não podemos nos esquecer das reformas, dos serviços que possui ou do estado da propriedade. Todos esses fatores influenciam no preço final e é necessário avaliá-los com calma e fazer contas antes de vender.

Confira Também: App de Gestão Financeira: Tenha Controle Sobre Seu Dinheiro

Quanto vale a minha casa? Características e fatores que afetam o valor da minha casa

O valor de uma propriedade é baseado no que os compradores dispostos no mercado pagarão por ela, mas as necessidades de cada comprador são diferentes.

Por exemplo, uma família pode dar mais importância aos aspectos de localização, como escolas e empregos, do que ao tamanho e às condições da casa.

Entretanto, tanto a condição quanto à localização, as comodidades e a proximidade de escolas e supermercados são aspectos que você deve considerar ao precificar sua casa.

Resumimos estes fatores para responder “quanto vale a minha casa?”:

Condição do imóvel

Quanto melhor for a propriedade e quanto mais nova ela for, mais valiosa ela será. É evidente que as casas mais novas são avaliadas por um valor mais alto.

Isso se deve, em parte, ao fato de que as partes essenciais da casa, como encanamento, eletricidade, telhado e eletrodomésticos, são mais novas e, portanto, menos propensas a falhas. Isso gera economia para o comprador. Além disso, há outro aspecto, a questão das garantias.

Por exemplo, se um telhado tiver uma garantia de 20 anos, o proprietário economizará dinheiro nas próximas duas décadas, em comparação com uma casa mais antiga que pode precisar de substituição do telhado em apenas alguns anos.

Por outro lado, alguns perfis de compradores preferem ter uma casa pronta para morar o mais rápido possível. Isso afeta o preço da casa, pois evita grandes despesas com reparos, manutenção e reformas.

Nossa recomendação para evitar isso é fazer uma lista de manutenção e reparos da casa para identificar as principais áreas de sua propriedade que precisam de reparos ou inspecioná-las antes da venda.

Número de cômodos e tamanho da propriedade

Ao estimar o valor de mercado de seu apartamento ou casa, o tamanho da propriedade costuma ser um elemento importante. Como regra geral, apartamentos maiores são de maior interesse e têm um impacto mais positivo nas avaliações.

O valor de uma casa geralmente é estimado com base no preço por metro quadrado. Mas isso também deve levar em conta a localização da casa ou do apartamento.

Dependendo de onde o imóvel está localizado, o preço por metro quadrado pode ser uma pechincha ou podemos pagar mais do que o preço médio da área.

Obviamente, os compradores que valorizam a localização e o tamanho podem acabar pagando muito dinheiro por um imóvel. Entretanto, esse tipo de perfil tende a ser o menos comum.

Cômodos, garagem e espaço útil

Além dos metros quadrados, o espaço útil de uma casa é outro aspecto importante que afeta seu valor final.

Garagens inacabadas, depósitos ou espaços de construção geralmente não são contabilizados nos metros quadrados úteis. Portanto, se você tiver uma casa de 80 metros quadrados com uma garagem, ela não conta como espaço de moradia, mas conta como um serviço.

Na realidade, o mais importante para definir “quanto vale a minha casa” é o espaço habitável e o cômodo que ele ocupa. Há cômodos que dão mais valor a uma propriedade.

Os quartos principais, os banheiros e as cozinhas geralmente são os cômodos mais valorizados e que agregam mais valor a uma casa. A reforma de uma cozinha e de um banheiro modernos pode aumentar o valor da sua casa em até 20% do preço.

Localização, vizinhança e serviços

Se sua casa estiver no centro da cidade ou tiver uma vizinhança tranquila, cheia de parques e supermercados ao redor, seu valor final será, sem dúvida, alto.

Seu imóvel pode ser ideal para você porque fica perto da casa ou do trabalho da sua família.

No entanto, os avaliadores determinam o valor de uma casa ou apartamento com base em três indicadores principais determinados pela localização da casa.

Esses fatores são os seguintes:

  • A qualidade das comodidades e a proximidade, como escolas e hospitais.
  • Proximidade de supermercados, shopping centers, centros de entretenimento e recreação.
  • Oportunidades de emprego e negócios nas proximidades.

Esses fatores podem influenciar o fato de alguns bairros terem preços altos e outros que estão a apenas alguns quilômetros de distância não terem.

Além disso, a proximidade de boas conexões de transporte, metrô e transporte público também tem impacto sobre o valor de uma propriedade.

Ao calcular o valor de uma casa, a localização pode ser tão importante quanto o tamanho e as condições da casa. Às vezes, a localização até supera os outros dois.

Formas de calcular o valor de uma casa

Aqui estão os diferentes sistemas que existem para determinar o preço aproximado de uma propriedade.

Quanto vale a minha casa?

Use sites dedicados ao mercado imobiliário. Nesses sites, você pode fazer comparações ou descobrir o preço de mercado aproximado de uma determinada área. A desvantagem desse sistema é que ele geralmente é uma estimativa e não é totalmente preciso.

Use calculadoras de índice de preços de plataformas de vendas. Faça uma pequena pesquisa avaliando propriedades semelhantes à sua em termos de recursos, cômodos, serviços e comodidades.

Contrate um avaliador profissional. Essa é, sem dúvida, uma das opções mais seguras. Por outro lado, você economizará tempo e dinheiro.

Obtenha uma análise comparativa do mercado. Há duas maneiras de fazer isso: ou você mesmo usa um banco de dados que você mesmo terá de criar ou contrata uma agência imobiliária para fazer isso para você. Não é preciso dizer que a última opção será a mais precisa. Além disso, você sempre pode contratar tanto o estudo de mercado quanto qualquer outro serviço, inclusive a venda ou a negociação do preço.

Quanto Vale a Minha Casa

O que faz um agente imobiliário?

Entre outras coisas, os agentes imobiliários ou corretores de imóveis podem avaliar os seguintes aspectos:

  • O mercado: a região, a cidade e o bairro em que a casa está localizada.
  • A propriedade: características da casa, incluindo benfeitorias e o terreno em que ela se encontra.
  • Imóveis comparáveis: vendas, listagens, vagas, custo, depreciação e outros fatores de imóveis semelhantes no mesmo mercado.

A compilação dessas informações resulta em um estudo de valor final da propriedade. Esse relatório é usado para criar uma opinião final sobre o valor da casa e negociar a venda.

Dessa forma, você saberá o preço final exato de sua propriedade e poderá negociar para obter mais dinheiro ao vendê-la.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre “quanto vale a minha casa” e que possa calcular o valor da sua casa seguindo as orientações que lhe demos.

Confira Também: Alugar ou Financiar um Imóvel? 3 Fatos Importantes