Home Empreendedorismo As Diferenças Entre Buyer Persona e Público-Alvo

As Diferenças Entre Buyer Persona e Público-Alvo

0
As Diferenças Entre Buyer Persona e Público-Alvo

Na comunicação empresarial, é crucial determinar a quem estamos direcionando nossa mensagem. Você sabe diferenciar entre Buyer Persona e Público-Alvo? Caso não esteja familiarizado com esses termos, é comum dizer que se referem à mesma coisa.

No entanto, essa percepção está distante da realidade. A verdade é que são dois tipos distintos na elaboração de uma estratégia de marketing. Contudo, quando criadas em conjunto, podem aprimorar a compreensão da base de clientes.

A seguir, destacamos o conceito de público-alvo, abordaremos o que são buyer personas e destacamos as diferenças entre eles.

Buyer Persona e Público-Alvo

Esses dois conceitos podem parecer semelhantes, mas são diferentes no contexto do marketing. Embora tenham muitas características em comum, é importante entender as principais diferenças para fazer boas campanhas de marketing, saiba mais sobre cada uma delas.

Público-alvo

Um público-alvo é uma segmentação demográfica e comportamental de um grupo de pessoas que uma empresa tem como clientes em potencial para seu produto ou serviço. As estratégias de marketing se concentram neste grupo. Ao definir seu público-alvo, é importante considerar os seguintes dados:

  • Idade
  • Gênero
  • Localização
  • Formação educacional
  • Poder de compra
  • Classe social
  • Hábitos de consumo

A definição do público-alvo foi, por muito tempo, a primeira etapa na criação de uma estratégia de marketing, quando eram escolhidos os públicos para cada um dos produtos.

Buyer persona

Imagine planejar sua estratégia de marketing digital para o próximo ano e ver que seu público-alvo é definido apenas por gênero, idade e status socioeconômico.

Isso é relevante, mas é apenas o começo para conhecer as pessoas que você está tentando alcançar, pois há muitos fatores que podem alterar as preferências do seu público-alvo.

Os compradores são a resposta para a compreensão de todos esses fatores e fornecem a chave para conhecer seus clientes em um nível mais profundo. Dessa forma, você pode determinar o que é necessário para fazer com que os clientes notem sua marca e os atraiam para ficar.

Portanto, para definir uma buyer persona, pense em dados como:

  • Idade;
  • Emprego;
  • Hábitos pessoais;
  • Decepções;
  • Desafios;
  • Crenças;
  • Hobbies;
  • Hábitos;
  • Hábitos de compra;
  • Mídia que usam;
  • Quem os influencia;
  • Quais tecnologias eles usam;
  • Onde eles pesquisam informações;
  • O que eles consideram ao decidir comprar;
  • Onde estão no processo de compra.

Para o mesmo produto ou serviço, você pode criar diferentes perfis de buyer personas. Para isso, é importante considerar se seus clientes são grupos importantes em termos de número, poder de compra e função na realização de seus objetivos.

Qual é a relação entre Buyer Persona e Público-Alvo?

Antes da popularização das buyers personas, o público-alvo era a principal ferramenta para entender sua base de clientes. Mas, à medida que as buyers personas crescem, o público-alvo fica para trás e muitas pessoas se perguntam: os buyers personas substituíram o público-alvo?

A resposta, claro, é não.

Embora as buyer personas sejam mais populares do que os públicos-alvo, não devem substituí-los. Em vez disso, os dois devem trabalhar juntos em seu plano de marketing. Você pode pensar no público-alvo como sua primeira etapa. Ao criar um público-alvo, você reduz o conjunto geral de compradores potenciais a um grupo mais gerenciável. A partir daí, defina a buyer persona para segmentar ainda mais esse grupo.

Como resultado desse processo, você terá o público-alvo para mostrar sua base geral e também terá suas buyer personas de clientes para ajudá-lo a alcançar segmentos dessa base.

É claro que talvez você nem sempre tenha tempo ou recursos para definir sua buyer persona. Nesse caso, um público-alvo é um bom substituto nesse meio tempo, fornecendo pelo menos algum nível de informação.

Quais são os benefícios de trabalhar com um ou outro?

Cada um desses conceitos tem suas vantagens, estes são os benefícios mais importantes:

  • Garantir a presença de uma variedade de grupos-alvo: Na maioria dos casos, uma marca terá uma variedade de grupos que usam seu produto ou serviço. A definição do grupo-alvo ajudará a empresa a saber quais compradores deve considerar ao desenvolver sua estratégia
  • A capacidade de desenvolver a identidade e a linguagem da empresa: o resultado é uma produção de conteúdo mais personalizada, uma compreensão da linha do tempo das atividades, bem como a identificação de mudanças e melhorias a serem feitas em seus produtos ou serviços.

A criação de buyer personas é mais direcionada. Portanto, os benefícios de trabalhar com elas são diferentes do público-alvo.

  • Ao se concentrar no “mapeamento” de personas, você pode se aproximar da verdade que orienta o processo de criação da sua estratégia de marketing. Isso o ajudará a evitar o desperdício de recursos, como a criação de um ótimo conteúdo que não engaje as pessoas. 
  • Diferentemente dos públicos-alvo, as buyer personas podem ser usadas em qualquer estágio do processo de vendas e marketing, inclusive no desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços.
  • Além de uma linguagem mais equilibrada, as empresas têm uma compreensão clara de quais redes sociais devem investir, quais formatos de conteúdo desejam e quais estratégias de cross-sell e up-sell são mais adequadas.

Por que Buyer Persona e Público-Alvo são importantes?

Identificar o seu público-alvo é fundamental para orientar o caminho da sua empresa, pois possibilita a identificação de nichos de consumidores para desenvolver a estratégia mais adequada. Além disso, auxilia na definição da identidade organizacional e no tom de comunicação adotado.

Ao compreender os compradores, estabelecemos uma conexão mais próxima com aqueles que adquirem nossos produtos ou serviços. Isso desempenha um papel crucial no desenvolvimento da estratégia, especialmente quando estamos introduzindo novos produtos ou serviços no mercado.

Por último, no âmbito do marketing digital, é valioso possuir uma compreensão clara de como aproveitar as mídias sociais. Isso inclui identificar quais tipos de conteúdo são mais utilizados, quais temas despertam interesse e quais formatos são mais consumidos pelos usuários.

É crucial destacar que esses conceitos são complementares e ambos desempenham papéis importantes na elaboração de uma estratégia eficaz. Portanto, se essas informações forem benéficas, compartilhe-as com sua equipe para alcançar os resultados desejados.

Buyer Persona e Público-Alvo (Foto - Pexels)
Buyer Persona e Público-Alvo (Foto – Pexels)

Considerações Finais

O público-alvo e a buyer persona são dois conceitos que têm diferenças tênues. De fato, eles são complementares. Portanto, é importante conhecer as diferenças entre eles para definir e executar estratégias de marketing precisas para a empresa.