Início Economia O que são fundos multimercados e como investir sem erros?

O que são fundos multimercados e como investir sem erros?

fundos multimercados
Publicidade

Como as taxas de juros sobre investimentos de renda fixa baixam e se tornam menos atrativas. Os fundos multimercados estão surgindo como uma opção mais lucrativa. Um fundo multimercado é um fundo que destina o seu capital a acionistas em diferentes oportunidades financeiras no mercado.

Publicidade

Renda fixa, moedas, ações e o uso de derivativos tanto para crescer quanto para melhorar a carteira. Estes fundos são uma boa opção para os que querem mais inovação em seus investimentos.

Contudo, este guia foi feito com os 5 passos principais para aplicar sem erros em fundos multimercados.

De que forma operam os fundos multimercados?

Além de serem capazes de liquidar ativos, os fundos de investimento em multimercados são diferentes na seleção e gestão do capital de investimento. Os fundos comuns multimercados têm o potencial de serem conservadores (raros), moderados e violentos (mais comuns) níveis de risco.

Fundos multimercados - Mulher olhando grafico de investimentos
Fundos multimercados (Imagem – Pexels)

São investimentos de capital fixados e nenhum retorno específico pode ser determinado. Os estoques nos vários mercados se valorizam quando superam o desempenho e se depreciam em valor quando não o fazem.

Os lucros e perdas são distribuídos entre os participantes. Sempre na proporção da parcela de cada membro no negócio. Ou seja, na proporção do dinheiro que cada um investe.

Publicidade

Vantagens?

Antes de tudo, as principais vantagens dos fundos multimercados são a gestão pessoal. A flexibilidade e a diversificação.

A saber, que a administração profissional fornece acesso a táticas novas e pesquisas difíceis que um investidor novato não poderia fazer por sua própria conta.

Resumo dos benefícios:

Publicidade
  • Gerenciamento por um profissional treinado.
  • Diversidade de investimentos e independência para misturá-los.
  • Diversidade de táticas
  • Alavancagem
  • Alternativas de liquidez
  • Os rendimentos são principalmente melhores do que os dos CDI

Desvantagens

Posto que, para entender este modo de fundo. E também essencial entender a exposição ao risco que existe quando se investe em um mercado múltiplo. Portanto, este investimento é adequado apenas para investidores com um perfil moderado ou arrojado.

Um mercado múltiplo que investe mais em renda fixa. Por exemplo, está mais exposto ao risco dos créditos. Além disso, não há garantias de desempenho ou proteções. Como o Fundo de Garantia de Crédito.

Publicidade

Nas ações. Elas são geralmente prejudicadas pelo risco de mercado. Ou seja, envolve perdas que têm o potencial de se materializar devido às flutuações do mercado. Sendo assim, um mercado múltiplo que investe em moedas terá um risco cambial maior, etc.

5 passos para a investir em fundos multimercados sem cometer erros

Antes de tudo, a compreensão da forma como os fundos funcionam despertou seu desejo de investir? Antes de investir seu dinheiro e importante saber essas dicas, qualquer fundo multimercado. E curioso prestar a devida atenção às táticas utilizadas pelo fundo.

Portanto, leve em conta as seguintes dicas ao escolher o fundo na qual você deseja investir:

Passo 1 – Identifique seu perfil de investidor.

Contudo, o primeiro passo é identificar seu perfil de investidor. O que sugere seu grau de risco. Os investidores moderados e arrojados. Que estarão mais ligados com os fundos desse nicho.

No entanto, mesmo os investidores conservadores têm o potencial de tirar proveito de um fundo de taxas de juros e moedas multimercado como uma maneira de diversificar.

Publicidade

Passo 2 – Encontrar a taxa de risco do fundo.

O grau de risco dos fundos multimercados varia de acordo com as técnicas de investimento adotadas em função de cada um dos fundos e também com os tipos de ativos da carteira. Desde o início, você precisa avaliar pontos mais amplos das prováveis perdas ou ganhos.

Publicidade

Um parte chave dos fundos é o fato de que não precisam estar submetidos a parâmetros de foco do emissor para investir em ativos específicos 

Considere sua tolerância ao risco, avalie seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado) e defina os objetivos de curto, médio e longo prazo. O alcance destes parâmetros é muitas vezes um pré-requisito para a obtenção de fundos.

Considere também sua situação financeira atual e se já possui uma reserva econômica. Um grande aliado para eventos imprevistos. A partir destes pontos é mais fácil saber se os fundos multimercados são uma boa alternativa para sua carteira.

Passo 3 – Abrir uma conta na corretora

Depois de conhecer suas condições pessoais, você precisa abrir uma nova conta em uma corretora. Os bancos e corretores são as entidades financeiras que fornecem fundos multimercado. 

Publicidade

Esta empresa é encarregada da divisão de vários investimentos. Fundos multimercados integrados. Vale a pena, em muitos casos, procurar corretores. Pois eles tendem a oferecer alternativas mais atraentes e variadas.

Em seguida, você deve avaliar seu portfólio e equilibrar as alternativas disponíveis. Portanto, encontrar organizações com amplos portfólios e oportunidades de diversificação é fundamental.

Passo 4 – Verifique a Liquidez

Não se deixe de avaliar a liquidez de acordo com as regras de ganhos e perdas definidas. Entretanto, o nível de risco do fundo e a variação dos ativos. Isto indica a volatilidade dos ativos.

A análise do rendimento passado pode ajudar os investidores a entender o rendimento de um fundo ao longo do tempo, preparando os investidores para os altos e baixos das taxas de juros. Quanto mais volátil for um fundo, mais provável é que os preços variem. Isto tende a frustrar os investidores conservadores ou de curto prazo.

Vantagens e perdas são repartidas entre os clientes. De maneira uniforme e proporcional à fatia que cada pessoa tem no negócio. Em outras palavras, da o dinheiro baseado no que cada pessoa investiu.

Publicidade
Publicidade

Passo 5 – Conheça os antecedentes

Ao optar por um fundo, você deve rever todo o conteúdo do folheto. Uma vez que você estiver na plataforma de investimento do corretor. E é hora de escolher os melhores fundos multimercados para você.

Portanto, deve conter todas as demais informações da gestão do fundo, tais como regras. Estratégias usadas, taxas cobradas e outras informações adicionais ligadas à gestão dos meios de investimento.

Isto inclui o exame de certos tipos de recursos, como políticas e planos de investimento, qualidade da gestão e outras condições.
Ao avaliar os dados históricos, tenha em mente que o resultado do último ano não garante os bons no futuro. Portanto, vale a pena considerar a relação entre risco e ganhos.

Portanto, uma vez feita sua escolha, simplesmente invista através de seu corretor. Desta forma, você terá opções como parte de seu portfólio.

Fundos multimercados: vale a pena?

Portanto, os fundos multimercado têm a possibilidade de ser uma excelente opção de investimento aos que estão prontos a aceitar riscos em busca de mais lucro. Se você gosta de diversificar e ter seu capital em mais de um ativo, os fundos multimercado são uma opção.

Fundos multimercados - Grafico de investimentos
Fundos multimercados (Imagem – Pexels)

Contudo, agora você conhece os fundos multimercados e suas possibilidades. Sendo assim, considere cada uma destas questões antes de investir e lembre-se de se informar sobre as possibilidades disponíveis em sua plataforma de investimento.