Início Pessoal Cartão de Crédito: Como usar corretamente e não se endividar

Cartão de Crédito: Como usar corretamente e não se endividar

Cartão de Crédito: Como usar corretamente e não se endividar
Cartão de Crédito: Como usar corretamente e não se endividar
Publicidade

Ter um cartão de crédito nos dias de hoje é uma ótima opção para quase todas as pessoas. Isso acontece graças as facilidades trazidas por ele, com a principal sendo comprar agora e pagar depois. Contudo, você também já sabe que precisa ficar atento a forma que usa o seu cartão para evitar gerar dividas no seu nome, certo?

Publicidade

Então, se você sabe disso mas ainda não sabe como colocar em prática, nos vamos te ajudar. O Top 5 vai trazer uma lista com 7 dicas maravilhosas para você evitar ou sair das dividas do seu cartão de crédito.

Cartão de Crédito: Como usar corretamente e não se endividar

7 Melhores dicas para usar o seu cartão de crédito

Confira:

1 – Tenha uma poupança reservada

Diversos imprevistos acontecem em nosso dia a dia. Assim, muitas vezes estamos sem acesso a economias para emergências e um cartão de crédito pode ser sua única opção para nos socorrer, seja de um grande conserto de carro, conta médica ou outra despesa inesperada.

Pode levar algum tempo para você conseguir construir as economias com grandes valores e que sejam o suficiente para cobrir seis meses de despesas, por exemplo. Mas, é possível se você começar com uma pequena quantia a cada novo mês, como R$ 300 até R$ 1.000 podem ajudá-lo a cuidar dessas pequenas despesas que surgem. Você pode construir seu fundo de emergência de forma constante ao longo do tempo. Dessa forma, em vez de depender de um cartão de crédito para pagar as dívidas, pode resgatá-lo.

2 – Não ultrapasse aquilo que pode gastar

O acesso ao crédito pode ser tentador quando você encontra itens que deseja comprar, mas realmente não pode pagar naquele momento. Embora você possa racionalizar que pode pagar facilmente ao longo do tempo, por meio de inúmeras parcelas, elas podem comprometer sua renda futura, sendo bem arriscado sem o planejamento correto.

Publicidade

Um hábito melhor: economize para as coisas que você deseja em vez de colocá-las no crédito e passe seu cartão de crédito apenas para compras que você pode pagar imediatamente. Assim, você não faz dívidas a longo prazo que podem acabar virando uma bola de neve, e pode ter um crédito disponível quando ele for a última opção.

3. Sempre pague as faturas em dia

Ficar em dia com seus pagamentos com cartão de crédito é uma das melhores maneiras de evitar dívidas de cartão de crédito.Afinal, cada vez que você perde um pagamento, seu próximo pagamento devido será muito maior, pois você terá que fazer dois pagamentos mais a taxa de atraso.

Assim, fica mais difícil recuperar o atraso, acaba sobrecarregando o seu orçamento e te mantém preso ao ciclo de usar seus cartões de crédito para sobreviver e resolver problemas. Por isso, tente pagar as suas faturas sempre dentro do limite de tempo. Pois, evitando juros e taxas de atraso, menos dinheiro jogado fora, certo?

Publicidade

4. Sempre pague o valor total da fatura

Aqui, temos um ponto bem similar ao anterior, pois, ao pagar todo o seu saldo mensalmente você acaba por evitar dívidas no seu cartão de crédito. Começar com saldo zero a cada mês elimina completamente o risco de contrair dívidas no cartão de crédito. Para conseguir isso, você precisa ser disciplinado e gastar apenas o quanto puder pagar em um único mês.

Ou seja, as ações tomadas para que você possa economizar dinheiro estão relacionadas umas com as outras. Pois, ao gastar somente o que você pode pagar, acaba evitando atrasos, evitando não ter todo dinheiro para pagar o valor total e se mantém sempre em ordem.

Publicidade

5 – Abra os olhos para os sinais de descontrole

Reconhecer os primeiros sinais de alerta da dívida do cartão de crédito permite que você faça uma mudanças nos seus hábitos de gastos atuais. Dessa forma, você vai poder e mudar eles para movimentos que o beneficiem a longo prazo. Por exemplo, se você perceber que o saldo do seu cartão de crédito está muito alto para pagar de uma vez só, é um sinal de que você comprou além do que deveria. Limitar seus gastos até que você pague o saldo vai evitar que você piore sua dívida.

6 – Não empreste o seu cartão de crédito

Você é o responsável final por todas as cobranças feitas em seu cartão de crédito. Por isso, emprestar seu cartão de crédito coloca o controle de seu saldo de cartão de crédito com outra pessoa. Além do mais, o cartão deve ser usado apenas como um facilitador da sua vida e não um complicador. E ao emprestar para compra de outras pessoas, você corre o risco de levar um calote e acabar gastando seu dinheiro para pagar coisas que não são suas, em caso de um calote ou atraso.

7 – Conheça os termos de serviço do seu cartão

Seu contrato de cartão de crédito descreve tudo o que você precisa saber sobre como usar o seu cartão de crédito. Além disso, informa como os juros serão aplicados, as taxas que serão cobradas e quando, e qualquer coisa que possa fazer com o valor das faturas suba. Compreender esses recursos do seu cartão de crédito pode ajudá-lo a evitar dívidas. Porque você entende quais as formas de usar seu cartão de crédito que vão fazer ele custar mais ao fim de cada mês.

Uma dica extra para essa parte, fica por conta de que você pode revisar os termos do cartão de crédito antes de solicitar um. Para isso, entre em contato com a empresa ou banco responsável pelo seu cartão de crédito para obter uma cópia atual dos termos de qualquer cartão de crédito existente.

Publicidade

Conclusão – Controle o seu cartão de crédito

É isso, consiga controlar os seus gastos com cartão de crédito em médio e longo prazo. Pois, isso vai te tirar totalmente das dividas ou evitar fazer uma. Dessa forma também, todos os outros problemas que citamos vão ser evitados, porque estão ligados ao gasto exagerado, entendido?

Publicidade

Então, agora é com você. Siga as nossas dicas e tudo vai ficar bem ao usar o seu cartão de crédito. E caso você esteja já endividado, elas continuam valendo, pois, vão fazer você sair dessa situação com o tempo.