Início Pessoal Dívidas estudantis: como negociar sua dívida no FIES  

Dívidas estudantis: como negociar sua dívida no FIES  

8
0
Dívida estudantil no FIES
Dívida estudantil no FIES

Primeiramente, não podemos deixar de lembrar. Que ao se cadastrar, uma dívida estudantil no FIES é feita e precisará ser paga. Não no momento do cadastramento, mas após a sua formação. 

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), é o principal financiamento estudantil brasileiro e através dele os estudantes de todo país, principalmente os de baixa renda, conseguem ingressar em uma instituição de ensino superior particular. 

Entenda como funciona o FIES 

Durante o tempo em que a graduação, os estudantes não fazem qualquer tipo de pagamento de mensalidades. 

Dívida estudantil no FIES - PAPEIS
Dívida estudantil no FIES (Imagem – Pexels)

Contudo, quando o período da graduação termina e a formatura acontece, de forma legal. Então o débito entra em vigor e o saldo devedor deve ser quitado para com o Governo Federal. Quem assumiu essa dívida com a instituição estudantil da sua formação. 

E desde 2018, o programa sofreu alterações e possui modalidades diferentes. Em que os juros podem ser zerados para os que necessitam de um financiamento mais acessível. O que varia de acordo com a renda familiar do candidato. 

Como fazer a inscrição no programa FIES 

Para fazer a inscrição do programa estudantil do FIES. Ao menos 2 requisitos básicos precisam ser estar em consideração: 

  • Ter renda familiar, per capita, de até 03 salários mínimos por pessoa; 
  • Ter as notas das provas objetivas do ENEM, superiores a 450 pontos e a nota da redação seja acima de 0 (zero).  

Portanto, tendo todos os requisitos acima atendidos, então é hora de ter acesso à internet e acompanhar de perto o Portal FIES, até que todo o resultado seja liberado. 

E para fazer a inscrição no FIES é preciso seguir o passo a passo abaixo, através do Sistema Informatizado do FIES (SISFIES). 

O financiamento é de acordo com o semestre em que foi feita a inscrição, onde você passa a adquirir uma dívida estudantil no FIES

Passos que precisam ser dados 

  • Faça a inscrição do SisFies, preenchendo as informações pedidas, como o CPF, email, data de nascimento e senha. Não esqueça de confirmar pelo email. 
  • Depois que a inscrição for feita, valide os dados na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento CPSA, na faculdade escolhida, dentro do prazo estipulado de 10 dias. 
  • Agora, com os dados já validados, faça a contratação do financiamento. Com o Documento de Regularidade de Inscrição – DRI em mãos, junto ao Agente Financeiro do FIES. Em um prazo de até 10 dias, que começa a ser contado. No terceiro dia após o CPSA validar os dados, nos bancos credenciados, CEF e Banco do Brasil, por exemplo. 

Contudo, agora com o conhecimento do que é, para que serve o FIES e como fazer a sua inscrição, não perca tempo e vá à luta pelos seus estudos. 

Não consegui pagar a dívida estudantil do FIES, e agora? 

Antes de tudo, as vezes simplesmente as coisas não acontecem como esperamos e apesar de todo esforço, nem sempre conseguimos suprir todas as nossas dívidas e é necessário suprir fazendo uma renegociação da mesma. 

Portanto, com o FIES não é diferente, nem sempre ao sairmos da faculdade conseguimos de cara um emprego e as coisas ficam mais apertadas, e o jeito é tentar renegociar a dívida estudantil no FIES para a situação não ficar mais difícil. 

Descubra como conseguir negociar a sua dívida no FIES 

Existem algumas formas de renegociação do FIES e é sobre isso que falaremos aqui. 

Alguns estudantes até conseguiram pagar uma parte da dívida e outros podem estar em atraso de até 90 dias, no mínimo, da dívida. 

Sendo assim, é possível que se faça uma nova solicitação para parcelamento. Onde o saldo em questão será dividido de novo. Em até 48 parcelas que devem ser pagas mensalmente. 

Além disso, outra forma de pagar é incluir os valores em atraso nas parcelas que ainda irão vencer. Se for o caso de atraso, onde as taxas de juros acordadas no parcelamento inicial. Não serão modificados. 

Seja qual for a opção acima escolhida, é preciso ter um valor de entrada que corresponda a 10% do valor da dívida que venceu, ou então uma entrada de R$1.000,00. 

Através do site do SisFIES é possível fazer uma simulação e assim entender o funcionamento geral da nova negociação. 

Outra forma de resolver o problema é solicitar a suspensão do contrato de financiamento, quando perceber que as dificuldades de pagamento. 

Contudo, para fazer a solicitação da suspensão do financiamento, para pagar a dívida estudantil no FIES. O prazo é de até 01 ano após a contratação. Sem poder ser cancelada após aprovada. 

Para tal, existem anualmente 02 períodos onde isso pode ser feito. 

  • Até maio do ano corrente para a suspensão no 1º semestre. 
  • Entre junho e novembro para a suspensão no 2º semestre. 

Saiba como funciona o perdão da dívida do FIES 

Com o endividamento dos estudantes que têm a possibilidade de ter um acesso mais facilitado no ensino superior. 

E seja por falta de planejamento financeiros ou imprevistos que ocorrem, como desemprego após sua formação, agora o governo liberou algumas facilidades para o pagamento da dívida, com parte dela sendo perdoada. 

Vamos entender melhor como isso acontece: 

A dívida não é toda perdoada como talvez, muitas pessoas estejam pensando, mas sim com um desconto, de acordo com o perfil do aluno e o período de atraso, que pode chegar a 92% da dívida. 

Vamos então entender quais as regras para esse perdão: 

Regras para a dívida perdoada FIES 

Além de descontos especiais também é possível conseguir um parcelamento bem acessível. 

Dívida estudantil no FIES - Dividas
Dívida estudantil no FIES (Imagem – Pexels)
  • Os estudantes que têm atrasos por mais de 360 dias, terão parcelamento após desconto efetuado. 
  • As parcelas seguirão a SELIC do período, e podem ser feitas em até 10 vezes; 
  • Caso não seja pago 03 parcelas da renegociação. O direito de refinanciar e o desconto adquirido será anulado; 
  • As parcelas terão 1% de juros incididos ao mês e mais 2% de multa para o caso de atraso no pagamento das mesmas. 

Portanto, para que a dívida estudantil no FIES seja paga dentro dos critérios estabelecidos. É importante que o candidato tenha comprometimento com o pagamento em dia.