Home Empréstimo Como se aposentar: requisitos, economias e tempo

Como se aposentar: requisitos, economias e tempo

0
Como se aposentar: requisitos, economias e tempo

Investir a longo prazo é uma condição quase inevitável no guia de como se aposentar. Esse horizonte permite ganhos com mais tranquilidade as possíveis perdas que possa sofrer ao longo do caminho. 

Como se aposentar

Por isso, quisemos saber quais veículos mistos, a classe que reúne a maior parte dos ativos dos planos de pensão, são os mais rentáveis no longo prazo, especificamente em 10 anos, de acordo com os dados.

Confira Também: Como Economizar Dinheiro em 2023: 5 Melhores Dicas

Comece a economizar o mais cedo possível

Quando se é jovem, o futuro é muito distante e geralmente não se pensa em como se aposentar. Entretanto, a juventude é justamente a melhor aliada para se preparar para o futuro com pouco esforço e com ótimos resultados. O essencial é adquirir o hábito de reservar algum dinheiro periodicamente para fazer um cofrinho.

Com o pouco que contribuir para um produto de poupança que nos ofereça alguma rentabilidade por mês, poderemos fazer com que o capital cresça em grande velocidade, graças ao efeito dos juros compostos. Além disso, de acordo com os especialistas, quanto mais longo for o período de investimento, melhor será o retorno.

Quanto você precisa para se aposentar

O primeiro ponto que você viu tem a resposta: Quanto você precisa para se aposentar? O dinheiro que você precisa para cobrir o estilo de vida que deseja levar. É tão simples quanto isso.

É por isso que o primeiro exercício para viver de suas economias é calcular quais serão esses gatos. Use o exercício para pensar em como você quer viver e quais despesas são realmente importantes para você, quais são as que o deixam mais feliz. Em outras palavras, alinhe seu consumo com seus objetivos e com a maneira como você vê o mundo.

Viver com 1.500 por mês não é o mesmo que viver com 3.000. Tampouco é o esforço que você terá de fazer para somar esse valor mágico que lhe permitirá viver com seu dinheiro.

A liberdade financeira tem a ver tanto com seu poder aquisitivo quanto com seus gastos. Com algumas exceções, a maioria das pessoas que alcançam a liberdade financeira o fazem tanto pela geração de renda passiva ou poupança quanto pela frugalidade.

Onde devo colocar meu dinheiro para me aposentar?

Dois especialistas financeiros consultados concordam que as ações são mais rentáveis do que os títulos a longo prazo. “A renda fixa lhe dá uma taxa de juros de 13% a 14%. Enquanto as ações ficam em torno de 16% a 17% ao ano”, consultor financeiro independente. “É importante começar a investir cedo para que os juros compostos tenham um efeito maior”, acrescenta.

Um passo importante sobre como se aposentar de acordo com um estudo da Bolsas, 500 investidos no mercado de ações em 1980 teriam se transformado em 100.000 reais em 2010. Contando a revalorização das ações e o reinvestimento dos dividendos, que são a parte dos lucros que as empresas distribuem aos seus acionistas.

Com relação ao investimento em imóveis, ambos os especialistas desaconselham a compra de um apartamento para alugá-lo, apesar de a habitação oferecer atualmente um retorno anual de 7,8% em média, de acordo com o portal Idealista. “Eles não são ativos muito líquidos, a menos que estejam localizados no centro das grandes cidades”. 

Um fundo de investimento ou uma ação é muito líquido porque pode ser vendido com o clique de um botão; no entanto, o processo que envolve a venda de uma propriedade é mais complicado. Além disso, você precisa de uma grande quantia de dinheiro para comprar uma propriedade, enquanto no mercado de ações você pode investir a quantia que quiser.

Por esse motivo, os dois consultores insistem em adquirir o hábito de poupar uma porcentagem de seu salário o mais rápido possível e investi-la a longo prazo. Não é buscando um dinheiro rápido, mas gerando riqueza passo a passo, que você pode aumentar seu patrimônio e viver de sua renda. 

As 3 regras de ouro para se aposentar

A fórmula para saber como se aposentar é uma mistura de três variáveis: começar a poupar cedo, ser consistente e escolher ativos que ofereçam taxas de juros atraentes.

Comece a poupar cedo

Quanto mais tempo passa, maior é o efeito dos juros compostos em nossas economias. “Tudo o que você economiza no início trabalha a seu favor, porque os juros são mais atraentes quando o valor investido é maior. E isso acontece com o passar dos anos”, diz o consultor independente Javier.

Por esse motivo, a primeira barreira a ser superada é a de 100.000 reais, diz seu colega Emérito. “Se você tiver 100.000 investidos a 7%, isso gerará 7.000 por ano, um valor que você pode reinvestir e é aí que suas economias começam a crescer significativamente”, acrescenta.

Consistência e paciência

“A chave é a poupança e a paciência”, diz Quintana, que aconselha os investidores iniciantes a não se desesperar com os altos e baixos do mercado. Accion, por sua vez, sugere que se adquira o hábito de investir pelo menos 10% a 20% do salário todo mês.

Escolha ativos que ofereçam taxas de juros atraentes e crescentes

Se formos colocar parte de nosso capital em um ativo, seja uma ação ou um fundo, é importante entender suas características e os retornos que esperamos obter anualmente. 

A esse respeito, Quintana recomenda procurar ativos que tenham oferecido retornos de cerca de 7% nos últimos anos e, acima de tudo, que tenham a expectativa de continuar a crescer nos próximos anos.

A geração de renda passiva garante que você possa viver sem trabalhar?

Um dos pontos de como se aposentar e o conceito de renda passiva está muito em alta ultimamente. A renda passiva, caso você não esteja familiarizado com o termo, consiste em obter renda de um negócio ou investimento, sem ter de dedicar tempo a ele. Por não exigir nenhum esforço ou tempo de sua parte, ela é chamada de “passiva”.

Esse é um conceito que está intimamente relacionado a viver sem trabalhar e viver de renda. A realidade é que gerar renda passiva não é uma tarefa fácil. É preciso trabalhar duro por alguns anos para montar um negócio que, em um determinado momento, não precisa de quase nada para continuar funcionando e gerando dinheiro.

Com relação à pergunta se a geração de renda passiva garante que você viva sem trabalhar, a resposta é não.

Você pode ter um projeto que gere uma renda passiva de R$300 por mês e, se suas despesas forem de R$1.500, você não conseguirá se aposentar. Você terá de gerar mais R$1.200 por mês por meio de outros projetos ou investimentos para poder viver dessa renda.

Confira Também: Como começar a investir na Bolsa de Valores com pouco dinheiro?